Franquias: Principais taxas


A franquia é um modelo de negócio muito atraente para as aqueles que desejam abrir seus próprio empreendimento com maior segurança no retorno sobre o investimento e trabalhar com marcas conhecidas que já tenham aceitação no mercado. Porém, na hora de fechar o negócio com o franqueador deve-se ter
atenção  as taxas e royalties cobradas para que o sonho de possuir seu próprio negócio não se torne um problema.
Antes do acordo ser fechado o franqueador deve disponibilizar a circular de oferta para o candidato que irá representar a franquia contendo todas as informações sobre o contrato de franquia de acordo com a lei. Neste documento estará todas as informações sobre as taxas cobradas do franqueado que normalmente são:
Taxa de Franquia o taxa inicial
É o valor, único e inicial,  pago pelo franqueado ao franqueador para poder participar da rede de franquia.

Taxa de royalties
O franqueador  cobra do franqueado uma taxa  fixa e periódica pela disponibilização dos serviços, tecnologia e know how. Normalmente o valor é pré-estabelecido no contrato e aplicado sobre o montante da franquia.

Taxa de propaganda e promoção
Esta taxa é cobrada periodicamente e tem o objetivo de formar um fundo financeiro para custear o investimento na promoção da marca e produtos da franquia através da publicidade, propaganda e outros meios de comunicação.

Taxa de serviços
Este valor é cobrado quando o franqueador disponibiliza ao franqueado serviços extras que não são cobertos pela taxa de royalties.

Taxa de compras
Esta taxa é cobrada por alguns franqueadores para disponibilizar sua estrutura de compras.
Franquias: Principais taxas Franquias: Principais taxas Reviewed by Unknown on 13:10 Rating: 5

Nenhum comentário

Nos encontre no G+1