5 dicas para criar seu modelo de negócios


Sem dúvida, tem  se falado muito em Startups, tanto no curso de Administração  como em palestras, livros e debates. O Fato, é que esta nova estrutura de negócio trouxe  novas regras para a competição nas empresas. A expressão; "o sucesso chega a partir de muito e muito tempo de trabalho” está sendo trocada por empresas aceleradoras  de crescimento que estão investindo milhões em Startups.  Onde a qual, consegue replicar seus serviços sem ter que aumentar sua estrutura de custos, ou seja, pequenas equipes estão abrangendo territórios nacionais ou até mesmo internacionais. Enfim, Startups é tendência, é um modelo lucrativo. Mas, para criar uma empresa com este modelo de negócio é necessário saber utilizar e aplicar o modelo Canvas que é a base para qualquer Startups.

O modelo Canvas,  como todos nós já vimos na postagem anterior , é uma modelo gráfico que permite a visualização do negócio como um todo , sendo um guia de propostas a serem validadas. Este modelo permite a flexibilidade para o negócio permitindo que o mesmo seja feito ou refeito a medida que as mudanças vão acontecendo, dando um caráter bem dinâmico na criação de uma empresa. Por isto, este é um modelo ideal para novas estruturas organizacionais, principalmente, empresas tecnológicas. O Canvas , tem resultados muito positivos quando trabalhado em equipes seletas e pequenas

Ter uma ideia é fundamental para o começo, mas o processo de um negócio de sucesso tem três fases: Ideia + ideia aplicada ao Canvas + Canvas aplicado ao mercado. Uma boa ideia só é boa quando bem executada. Por isto, preparamos algumas dicas para lhe auxiliar na criação do seu modelo Canvas.

1. Tenha o material adequado

O quadro é fundamental e quanto maior melhor. Muitas Startups têm modelos do tamanho de paredes. Isto, porque o modelo possibilita a visão geral do negócio. Também é  necessário  adesivos alto- colantes.

2. Nunca escreva diretamente no quadro

Não seria legal toda vez que você errar  ou rever seu negócio ter que trocar seu quadro! Por isto, a utilização de adesivos alto-colantes. Para facilitar ter que reescrever, trocar de lugar, enfim, sem precisar ter que trocá-lo.

3. Inicie o quadro da direita para a  esquerda

Comece o preenchimento do quadro  pela dupla: proposta de valor e segmento de clientes. Pois, o negócio sempre será voltado para quem será seu cliente e qual o  valor que você irá fornecer para ele.

4. Não tenha medo de errar

Tentar é uma arte e errar faz parte!

5.  Sempre atualize seu modelo

O mercado de Startups é altamente competitivo, ou seja, corre o risco de você ter  um modelo bom e alguém criar um  valor alternativo ao seu produto ou serviço. Por isto, estar aperfeiçoando o Canvas e adaptando-o ao mercado é essencial para aumentar as chances de sobrevivência da empresa.

É interessante sempre está aplicando protótipos para testar o Canvas porque a ideia pode parecer muito boa e o cliente não aceitar-la ou os custos de toda estrutura  do negócio podem inviabilizar o projeto. Ou seja, o protótipo é uma maneira, mais barata, de testar uma ideia sem ter que o empreendedor entre de  “cabeça” na aventura de ter uma empresa. Geralmente, muitos empreendedores fazem o Canvas, lançam o protótipo, aprendem e lançam outra vez o protótipo, este ciclo vai se repetir até que o modelo esteja gerando valor para seu segmento de cliente e atendendo suas necessidades.

 Um caso clássico genial de protótipo foi a Easy Taxi, que ao  criar  o aplicativo, este  foi testado gratuitamente pelos taxistas e, com isto, foram feitas muitas adaptações de acordo com a necessidades dos mesmos. Onde, depois que a empresa foi lançada a maioria dos taxistas viraram clientes da empresa.



5 dicas para criar seu modelo de negócios 5 dicas para criar seu modelo de negócios Reviewed by C.W on 15:54 Rating: 5

Nenhum comentário

Nos encontre no G+1